Aconteceu > Exposição Feminicidas: O machismo que mata

Exposição Feminicidas: O machismo que mata

19/02/2019

Facecard.GracaCraidy.alta.png

Feminicidas - O machismo que mata. Esse é o tema da exposição da artista plástica gaúcha Graça Craidy, que alerta para o crescente número de feminicídios no Brasil. A mostra inaugura na quinta-feira, 7 de março, às 19h, no Foyer da Sala O Retrato, no 4º andar, do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo.

A jurista Maria Berenice Dias e a artista visual Clara Pechansky, duas importantes figuras das artes e do Direito, assinam os seus textos de apresentação e avalizam o trabalho de Graça Craidy.

A mostra é constituída de um grande políptico (3,60 m X 1,80 m), com 12 telas (90 cm X 60 cm), em que a artista retrata 12 homens de várias classes sociais e faixas etárias, portando armas no lugar do pênis. Inspirada em casos reais, Graça busca com isso denunciar uma verdade estarrecedora: os assassinos de mulheres, em sua maioria, são seus próprios maridos, companheiros, namorados e ex, movidos pela falsa certeza machista de posse e superioridade sobre suas companheiras. Quando elas se separam, eles as assassinam, confirmando a crença de que são seus proprietários.


Desde 2014, Graça Craidy tem se aliado à conscientização sobre feminicídio em suas pinturas, criando várias séries com denúncias da violência contra a mulher e mostrando, em suas telas, a dor e o horror provocado nas vítimas desse tipo violência. Desta vez, a artista escolheu retratar quem pratica esses crimes: os homens.
“Nessa exposição, foco na figura dos maridos e ex para enfatizar duas coisas: que os feminicidas estão em todas as classes sociais e faixas etárias; e que a liberação de armas, no Brasil, com a nova lei, vai facilitar o crime e aumentar ainda mais o número de vítimas, que hoje já atinge 40% só com armas de fogo. É uma tragédia anunciada”, protesta a artista.

Abertura: 07 de março, às 19h.

Visitação: 8 de março a 11 de maio, de terças a sábados, das 10h às 19h.

Entrada franca

Local: Foyer da Sala O Retrato - 4º andar

Centro Cultural CEEE Erico Verissimo - Rua dos Andradas, nº 1223 - Centro Histórico